Pintura muralista no Rio de Janeiro

O PROJETO

A terceira edição do projeto cultural pinta um mural paralímpico na Rua Santa Luzia, Centro do Rio de Janeiro, totalizando nove painéis na cidade desde 2016.Em Agosto, o Rio de Janeiro, uma das capitais mundiais do graffiti, ganha mais um mural de arte urbana em seu horizonte. É quando acontece a intervenção do Rio Esporte Arte, iniciativa lançada nos jogos Rio 2016 e que teve a segunda edição em 2018, quando foram pintados oito murais sobre esportes olímpicos. Desta vez, a obra será feita na Rua Santa Luzia com patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, através do Edital Rua Cultural RJ.
A edição deste ano escolheu como temática os Esportes Paralímpicos. – “Essa empena já foi pintada em 2016, pelo artista Nitcho, e à época o tema escolhido para o mural foi o basquete paralímpico. Porém, com o passar do tempo a pintura ficou deteriorada. Acreditamos ser importante revitalizá-la para continuar fomentando a inserção de pessoas com deficiência nos campos de atuação social e esportiva e assim propusemos manter na edição desse ano o tema dos esportes paralímpicos.” - explica Gabriel Durán, produtor e idealizador do Rio Esporte Arte junto com o artista Nicolau Mello.

A realização desta nova pintura após o período de 06 anos visa a revitalização e ressignificação do espaço público, principalmente da região central da cidade, que durante o período de pandemia ficou abandonada e sem a grande circulação de pessoas pelo local.
A pintura da empena de aproximadamente 200m2 foi realizada pelos artistas Nicolau Mello, João ‘Nitcho’ e Criz Silva. “A intenção da pintura é afirmar um olhar de admiração e incentivo aos paratletas. Vencer adversidades diariamente e ser atleta é um exemplo de superação para todos nós. Escolhemos alguns esportes para representar essa intensa relação das pessoas com a cidade e sua perseverança para alcançar os objetivos, esportivos ou pessoais.” – conta Nicolau Mello. Esta edição conta com o importante apoio cultural do Comitê Paralímpico Brasileiro.

2016

Bruno Big
João Nitcho
Mateu Velasco
Nicolau Mello
Thiago Molon Tarm

2018

Lídia Viber
Mateu Velasco
Nicolau Mello

2022

Criz Silva
João Nitcho
Nicolau Mello

Praça Ana Amélia, Centro.

2016 _ João Nitcho
2022 _ João Nitcho, Criz Silva, Nicolau Mello

Tijuca / Maracanã

2016 _ Bruno Big

2016 _ Mateu Velasco

Lapa, Centro

INCA HCI, Praça Cruz Vermelha, Centro

2016 _ Nicolau Mello

Mapa